SERVIÇOS ON LINE

você está em » Conheça a Apomas
No início da década de 90 a Cruz Azul de São Paulo (CRAZ), responsável pela Assistência Médica, Hospitalar e Odontológica dos dependentes do Policial Militar do Estado de São Paulo (PM) e Pensionistas da Caixa Beneficente da Policial Militar do Estado de São Paulo (CBPM), regida pela Lei 452/74, entrou em dificuldade financeira, tendo em vista que os recursos provenientes da folha de pagamento dos contribuintes eram insuficientes para o pagamento das despesas com o tratamento médico-hospitalar de seus usuários. Após várias tentativas de contenção de custos e rescisão dos contratos com prestadores da área de saúde de todo o Interior do Estado, optou-se pela criação de Policlínicas nas sedes dos então Comandos de Policiamento de Área do Interior (CPA/I), que demonstrou serem onerosas e inviáveis por não satisfazerem as necessidades da população assistida.

Sem vislumbrarem outra solução, foi proposto pelo então Presidente e Superintendente da CRAZ a criação de Associações Policiais Militares de Assistência à Saúde, que deveriam ser dirigidas e mantidas pelos PM e pensionistas da CBPM, com auxílio financeiro da CRAZ.

Já no primeiro semestre de 1993, cria-se então a APOMAS, em São José do Rio Preto, abrangendo, além daquela área, Fernandópolis e Catanduva e, devido às necessidades peculiares de cada região, em 13/12/1994, reúnem-se no Auditório do SENAC, situado na Rua Santos, 300, Catanduva/SP, Oficiais e Praças do 30º BPM/I, bem como os integrantes da região de Catanduva, pertencentes às Unidades Especializadas do 4º BPFM; 3º BPRv  e 12º SGB, onde foi realizada uma Assembléia Geral, presidida pelo então Major PM GILBERTO AUDI DA CRUZ, Subcomandante do 30º BPM/I, hoje Coronel da Reserva, o então 1° Ten PM ROBERTO VICENTE CRIVELARO, hoje Capitão da Reserva PM e atual Comandante da Guarda Municipal de Catanduva, que relata sobre necessidades de melhorias e questões de ordem administrativas com a descentralização dos serviços, através da criação da APOMAS-Catanduva. Juntamente com os 1º Ten PM HERNANDO JOSÉ SERPA MACIEL e LOURENÇO MONDIN, ambos hoje Majores da PM e servindo na mesma Unidade Policial Militar, apresentaram o Estatuto Social aos presentes, explicando, pormenorizadamente seus artigos e dirimindo todas as dúvidas. Após os trabalhos, foi por unanimidade aprovada e criada a APOMAS, região de Catanduva, tendo sido eleito, como Presidente o Maj PM AUDI.

A APOMAS foi instalada em uma sala cedida a título de empréstimo, pelo Ten Cel PM JOEL MARCO CARRERA, então Comandante do 30º BPM/I, situada a Rua Olímpia, 97, Catanduva/SP, mas devido ao crescimento da associação, aliado ao fato da diretoria ter que oferecer maior conforto e tranqüilidade aos seus usuários, em 05 de janeiro de 1999, após aquisição de imóvel, foi transferida como sede própria da APOMAS, à Praça Felício Tonello, nº 164, Vila Rodrigues, nesta cidade, onde permanece até os dias atuais.

Após a APOMAS ter sido registrada junto a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), como Operadora de Plano de Saúde na modalidade de Autogestão e, tendo que cumprir normas estabelecidas pela Lei nº 9.656, de 03/06/1998, em 10/12/1999, no Museu da Imagem e do Som, em Catanduva/SP, foi realizada uma Assembléia Geral Extraordinária, ficando estabelecido que os planos de saúde devessem oferecer atendimento quase que ilimitado aos seus beneficiários, com restrições apenas na área de medicina estética e psiquiátrica, com cobertura aos atendimentos de alto custo, ocasião em que decidiu que as mensalidades seriam distribuídas em sete faixas etárias.

Com essas mudanças, surgiu à necessidade de amparo financeiro para suporte de eventuais atendimentos de alto custo e, após união a mais oito co-irmãs, em 09/12/1999, foi criado a União de Associações Policiais de Assistência à Saúde do Oeste do Estado de São Paulo (UNAOESP), tendo seu funcionamento como re-seguro.

Com o passar do tempo, constatou-se que os procedimentos de alto custo e de alta complexidade até então ocorridos eram perfeitamente administráveis pela APOMAS, e com a dissolução de outras Associações do quadro da UNAOESP, esta APOMAS, juntamente com as outras duas co-irmãs restantes (São José do Rio Preto e Fernandópolis), desligaram-se no final do ano de 2005.

Conforme determinação da ANS, houve a necessidade das Operadoras de Plano de Saúde criar o serviço de auditoria médica, com contratação de Médico Auditor e Coordenador de Saúde para acompanhar os atendimentos, auditar as contas apresentadas pelos prestadores e legitimar os pagamentos dos faturamentos, que até aquela data eram conferidos por funcionários leigos, o que ocorreu em 01/02/2009.

Tudo isto só foi possível, primeiramente graças ao bom Deus que dotou de sabedoria e conhecimento os Oficiais e Praças que lutaram em prol da saúde Policial Militar e de cada associado que se uniu para criação e permanência da família APOMAS-Catanduva.

Ao labor dos longos quinze anos de história, contamos hoje com vários profissionais comprometidos com o propósito de salvar vidas, vários hospitais e laboratórios, considerável quantidade de clínicas médicas da cidade e região, onde procuramos ter o mesmo compromisso e ideais que até agora nortearam os integrantes desta associação, os quais irão prevalecer, pois não há outra finalidade que não seja estritamente o de tratamento de saúde, e tratamento digno e condizente a cada problema de saúde apresentado.

Que Deus continue abençoando e capacitando esta diretoria, seus funcionários e outros que virão com este mister.

FALE CONOSCO
Contato
Ouvidoria
  Praça Felício Tonello, 164 - CEP 15.801-321 - Catanduva/SP
  Telefone/Fax: (17) 3521-1294 - 3525-2353 - 3521-4689
  Celular: (17) 99636-9096 (Claro)
  E-mail: apomas.cat@uol.com.br

Copyright © 2017 Apomas Catanduva
Todos os direitos reservados.